Em uma economia cada vez mais digital, é uma tendência que a equipe de TI se torne cada vez mais relevante dentro da empresa. Companhias de todos os tamanhos e de todos os setores estão considerando que a TI pode ser um elemento-chave para sua competitividade.

Dentro desse cenário, o CEO não deve apenas conviver com a TI, liberando verbas sempre que necessário, mas sim entender como a TI se aplica aos processos de seu negócio e como ela pode melhorá-los. Ao CIO, cabe gerenciar a equipe técnica e garantir a entrega de valor por parte da TI, em termos quantitativos, buscando maior eficiência na entrega e na demonstração do trabalho realizado.

Um dos principais focos do CIO é motivar sua equipe para alcançar as metas corporativas. Algumas pesquisas destacam as seguintes características que podem ajudar o CIO a ter êxito nessa função:

Administrar Pessoas

Muitas vezes, o CIO fica tão centrado nos vieses tático e técnico do negócio, que deixa de lado um aspecto muito importante para qualquer liderança: a administração de pessoas. Na tentativa de evitar um problema ou um embate, deixa de lado a difícil administração das diferentes personalidades que se encontram ao seu redor.

O CIO precisa conhecer o talento, a motivação e a fraqueza de cada um dos integrantes de sua equipe e, assim, criar umambiente favorável para que cada um dê seu melhor, fazendo, desse modo, a empresa alcançar resultados favoráveis no mercado. Ele fica também responsável por garantir que a missão, a visão e os valores da empresa estejam refletidos em todos os seus processos.

Dividir Grandes Projetos

Projetos muito grandes facilmente podem sair dos trilhos de pequenos em pequenos atrasos, uma vez que o prazo final de entrega se encontra muito distante e se perde de vista.

Aliado a isso, se o projeto tem longa duração, quando ele finalmente termina, as necessidades da empresa já mudaram e evoluíram e o projeto, antes mesmo de entrar em atividade, já precisa de ajustes para se alinhar às atividades atuais da empresa.

Para isso não acontecer, é importante organizar pequenas metas, sempre com um prazo em vista (métodos ágeis). Desse modo, permite-se que, conforme as etapas vão ficando prontas, o cliente já comece a utilizar o novo sistema, gerando valor para seu negócio. E, com essa utilização prévia, também podem ser feitos ajustes, que possibilitarão um encaixe sob medida ao modelo de negócio.

Integrar TI com a organização como um todo

Com o objetivo de integrar a TI com as demais áreas da empresa, é importante uma comunicação quantitativa de seus benefícios para o negócio, que normalmente são entendidos como retorno financeiro (ROI).

Para avaliar o desempenho da TI, é necessário entender como ela está ajudando a empresa a realizar seus processos com a maior eficiência e o menor custo possível. Para fazer isso, é necessário utilizar métricas que sejam compreensíveis para não técnicos e que comuniquem o real valor que TI está proporcionando à organização.

Esse artigo foi baseado em duas reportagens que podem ser conferidas aqui: IT & the CEO: A Dangerous Gap e How to supercharge your IT department

 

Geolocalização: Oportunidades para empresas de todos os tamanhos
Manifesto Ágil: Novas formas de criar valor no desenvolvimento de softwares

Compartilhe

Compartilhe este post com seus amigos