O mundo da tecnologia tem se tornado cada vez mais dinâmico. Com as mudanças no mercado, surgem novas tendências relacionadas a linguagens de programação.

Para os profissionais da área, estar informado sobre essas tendências pode ser muito valioso para traçar planos de carreira, ou tomar decisões de negócios.

Por isso, decidimos trazer uma lista com algumas das linguagens de programação que estão sendo mais demandadas pelo mercado de tecnologia.

 

Linguagens de programação em alta

 

A ideia não é que essa lista seja um ranking, e sim um guia prático e objetivo sobre as tendências da indústria.

Os dados apresentados sobre remuneração média das linguagens de programação pertencem a Stack Overflow, e os referente a popularidade pertencem a TIOBE.

 

1) Java

 

É unanimidade: entre as linguagens de programação, o Java é a mais popular da indústria de Tecnologia da Informação, sendo utilizada pela maior parte das grande empresas. Ele é compatível com inúmeras plataformas, o que ressalta sua possibilidade de uso em diversos projetos.

Não podemos considerar o Java moderno – atualmente, outras linguagens entregam mais funcionalidades e de maneira mais simples. Porém, é garantido que ele ainda está entre as melhores escolhas de desenvolvimento de softwares.

A oferta de oportunidades é consideravelmente maior que outras desta lista. Ou seja, o Java continua sendo um grande destaque para os próximos anos.

 

2) C ++

 

Com mais de 30 anos de existência, o C ++ permanece como referência em alto desempenho e confiabilidade. Empresas como Oracle e Microsoft criaram e mantiveram com sucesso grandes sistemas usando essa linguagem.

Apesar de complexa, a linguagem é extremamente flexível e eficiente.

Para desenvolvedores, as remunerações são acima da média, ou seja, C ++ pode ser uma ótima opção de especialização. As tarefas mais comuns são ligadas à criação de aplicativos de área de trabalho com foco em alto desempenho.

 

3) Python

 

Na avaliação da TIOBE, o Python é a 4ª linguagem mais popular.

Bem estruturado, legível e limpo, você encontrará facilmente o código dele em aplicativos de desktop, aplicativos da web, learning machine, ferramentas de mídia, entre outros.

De modo geral, o Python é indicado para programadores que estão iniciando suas carreiras por ser fácil de ler e compreender. A remuneração anual de um desenvolvedor de Python, no mundo, pode chegar a uma média de US$ 54 mil.

 

4) JavaScript

 

Nos últimos 10 anos, o JavaScript é uma das linguagens que mais cresce na web. Em 2017, três dos quatro principais frameworks mais populares tinham base nessa plataforma.

O JavaScript é uma boa opção para quem busca visualizar rapidamente os resultados do andamento da programação. É fundamental que, ao trabalhar com essa linguagem, o desenvolvedor se sinta confortável em utilizar HTML e CSS.

Diversas estruturas de front-end como Angular, Backbone e Ember são alimentadas por JavaScript. Já no back-end, o Node.js colabora para maximizar a eficiência da plataforma.

 

5) Ruby

 

Considerado um dos mais amigáveis e amados, o Ruby foi idealizado para ser de fácil uso para os programadores. O objetivo dessa linguagem de alto nível é obter o mínimo possível de códigos, sendo inteiramente limpos e legíveis.

Um dos pontos de atenção do Ruby é a lentidão em eficiência quando comparado com outras linguagens. O aspecto é equilibrado com a grande vantagem de aumento de produtividade que ele oferece – cada vez mais startups têm utilizado o Ruby para iniciar seus projetos.

Para quem está começando carreira, o Ruby pode ser uma boa escolha para se especializar. Além de bem pago, o conhecimento será aproveitado durante todo seu desenvolvimento em programação. A desvantagem mais aparente é que as vagas ainda são limitadas em algumas regiões.

 

6) Swift

 

Apesar de estar no 12º lugar no ranking da TIOBE das linguagens de programação mais populares, quem escolhe o Swift provavelmente vai gostar. Com remunerações altas, a linguagem serve para o desenvolvimento de aplicativos iOS ou macOS nativos.

Swift foi lançado em 2014 pela Apple e desde então trouxe melhorias em termos de desempenho e usabilidade.

A linguagem remunera desenvolvedores acima da média*. Em 4º lugar na lista, com US$ 54 mil, Swift fica atrás apenas do Scala, Ruby e Python.

 

7)  Scala

 

Scala quer dizer Scalable Language, e nos últimos cinco anos, o interesse pela linguagem – que surgiu para melhorar as desvantagens do Java – só tem crescido.

Usada por empresas como Twitter e LinkedIn,  a linguagem tem a reputação de ser bastante complexo. Quem o escolhe para seguir carreira pode considerá-lo um desafio em um primeiro momento, porém, terá futuro.

 

8) Rust

 

Frequentemente, o Rust é comparado com a linguagem C quando se pensa em desempenho e usabilidade. O diferencial é evitar os possíveis erros de memória, normalmente recorrentes na programação do C. Durante a compilação do código, a linguagem não deixa passar nenhum equívoco para frente.

Dono do segundo lugar na lista das melhores remunerações no mundo, a tendência é de que o Rust cresça em demanda nos próximos anos. Outro ponto que dá credibilidade para a linguagem é que ela é desenvolvida pela TI da Mozilla Firefox.

A média salarial é de US$ 63 mil.

 

9) Elixir

 

É esperado que nos próximos anos haja um crescimento no uso de Elixir. Assim que surgiu, em 2011, a linguagem já ganhou popularidade entre os desenvolvedores – atualmente, ele está em 3º lugar no ranking dos melhores salários no mundo.

Usado principalmente para desenvolvimento web, o Elixir pode ser combinado com aspectos do Ruby para uma melhor experiência.

 

10) R

 

A linguagem é a escolha preferida de cientistas de dados, pois é ideal para estatísticas, análise de dados e representações gráficas. Os desenvolvedores que buscam traçar carreira utilizando o R provavelmente terão um caminho lucrativo e estável.

A remuneração média é de US$ 57 mil.

 

 

 

 

O movimento IoT no Brasil
DevOps - O que é e quais são os benefícios dessa abordagem?

Compartilhe

Compartilhe este post com seus amigos