Os recursos mais importantes da Computação em Nuvem são a alocação de recursos sob demanda, o acesso amplo via internet e a medição de uso.

 

Este artigo refere-se ao Capítulo 2 do livro “Computação em Nuvem para Gestores de Negócios”

Sob demanda, de verdade

 

Como já foi comentado, em um serviço de nuvem, o sistema de aplicação do cliente deve ter funcionalidade para alocar novos recursos automaticamente, sem interação humana com o provedor de serviços.

Os recursos devem ser alocados e liberados de forma elástica, e de forma automática em alguns casos, permitindo uma rápida adaptação ao aumento ou diminuição da demanda.

Para a aplicação que “consome” o servidor, os recursos disponíveis devem parecer ilimitados, sendo possível alocar a quantidade desejada desses recursos a qualquer momento.

Além disso, o cliente pode mudar as regras do jogo como quiser: reparametrizar as especificações do servidor, aumentando de modo fixo sua capacidade (se isso se mostrar realmente necessário e vantajoso do ponto de vista econômico, uma vez que o uso automático de recursos adicionais, se muito frequente, pode ser menos vantajoso que um aumento permanente de capacidade).

Se for aumentada a capacidade, o custo por hora de uso aumentará porque você estará usando um servidor mais potente. De qualquer forma, você paga apenas as horas que usar.

 

recursos mais importantes da computação em nuvem

 

Assim, os serviços de Computação em Nuvem têm características que os diferenciam do aluguel de máquinas e servidores virtuais tradicionais:

  • Atendem automaticamente a picos de demanda de processamento ou tráfego de dados;
  • Não exige que se “encomendem” novos servidores;
  • Não exige que o contrato de fornecimento de serviços seja alterado sempre que se deseje alterar os recursos computacionais disponíveis – inclusão ou remoção de servidores ou aumento de espaço em disco, por exemplo;
  • Permite que os recursos sejam alocados, liberados ou reconfigurados sob demanda, pelo cliente, sem interferência do provedor.

Acesso amplo e via internet

 

Esta é uma diferença fundamental…. Hoje temos escritórios, empregados, fornecedores e clientes espalhados pelo mundo.

Os recursos devem estar disponíveis através da rede (internet) e devem ser acessíveis por mecanismos padrão, permitindo seu uso por diferentes dispositivos, tais como computadores pessoais, smartphones, tablets, etc.

Os recursos computacionais do provedor de serviços devem ser agrupados para servir a múltiplos usuários, com recursos físicos e virtuais sendo arranjados e rearranjados dinamicamente conforme a demanda desses clientes. Existe um senso de independência de localização, no qual o cliente consumidor não tem um controle exato de onde os recursos utilizados estão localizados, mas deve ser possível especificar esse local em alto nível de abstração (país, unidade federativa ou data center).

Medição de uso

 

recursos mais importantes da computação em nuvem

 

Os serviços de Computação em Nuvem devem controlar e otimizar os recursos de maneira automática, disponibilizando mecanismos de medição apropriados para o tipo de recurso utilizado (por exemplo, quantidade de espaço de armazenamento, velocidade de comunicação, capacidade de processamento, número de usuários ativos, etc.). Deve ser possível monitorar, controlar e consultar o uso dos recursos, oferecendo transparência tanto para o cliente quanto para o provedor dos serviços.

recursos mais importantes da computação em nuvem

O que é Computação em Nuvem? E o que não é?
IaaS PaaS e SaaS: os 3 serviços clássicos

Compartilhe

Compartilhe este post com seus amigos