O caderno Estadão PME publicou reportagem sobre a Wiki4fit, parceira da Opus Software.

O caderno Estadão PME, do jornal O Estado de São Paulo, publicou reportagem sobre a Wiki4fit, uma plataforma para academias que aumenta a retenção de alunos e diminui a dependência técnica, através do uso de tecnologia mobile. Desde 2013 a Wiki4fit e a OPUS Software têm uma parceria para desenvolver o projeto.

A OPUS decidiu investir no desenvolvimento do aplicativo da Wiki4fit para diversificar a área de atuação e entrar no mercado fitness. Naquela ocasião, Francisco Barguil, CEO e fundador da Opus Software, declarou que “Sem dúvida, a Wiki4fit está melhor posicionada para manter seu crescimento e se tornar a líder na oferta de soluções para academias e praticantes. Quando conhecemos Eudes e sua equipe, percebemos imediatamente que seu conhecimento do mercado e abordagem garantiriam um modelo de negócios inovador. Essa parceria foi, sem dúvida, benéfica a todos e possibilitará à Wiki4fit ampliar o portfólio de produtos.”

Veja o texto da reportagem do jornal OESP do dia 10 de dezembro de 2014:

estadao_F1

Ao usar a tecnologia em benefício da saúde e do bem-estar, duas empresas brasileiras começam a conquistar espaço e enxergam um grande mercado potencial no segmento brasileiro de vida saudável.

A Wiki4fit, por exemplo, foi criada por Eudes Nery Junior, Fabiana Rocha Batista e Fernando Pauer no ano passado para levar qualquer tipo de atividade física para uma plataforma – seja um aplicativo ou na web.

A proposta surgiu durante uma aula de MBA que estudava o caso da rede Tesco, que criou um supermercado virtual no metrô usando QR Code. A ideia, transposta, foi aproveitar esses códigos nos aparelhos das academias para o aluno acessar uma demonstração de exercícios. Além de ajudar na prática física, a ferramenta ameniza o problema da falta de mão de obra na área.

O negócio evoluiu e hoje possibilita incluir todas as informações dos treinos do aluno no smartphone e cria um banco de dados para o gestor da academia. Atualmente, são mais de 200 mil usuários e 100 clientes (academias que pagam pelo serviço). “É um mercado muito grande. Ainda temos mais de 99% para atender”, afirma Eudes, que prevê faturar entre R$ 1 milhão e R$ 1,5 milhão em 2015.

Opus Lab: O Primeiro AWS Test Drive da América Latina
Computação em nuvem foi solução para o Portal de Franchising

Compartilhe

Compartilhe este post com seus amigos