O conceito do DevOps se baseia na integração entre as equipes de desenvolvimento e operações, visando otimizar e agilizar a criação e o gerenciamento da estrutura das aplicações. A abordagem envolve a combinação de filosofias culturais, ferramentas e práticas para a busca da máxima qualidade na experiência do usuário.

 

A abordagem do DevOps

 

Hoje, a presença dos softwares não está mais limitada a apenas uma atividade das organizações. Cada vez mais, os softwares estão presentes em diversas áreas de uma empresa. Junto a essa transformação, nasce a necessidade de adotar novas abordagens e processos para lidar com a tecnologia de forma mais eficiente do ponto de vista operacional.

Nesse contexto, o DevOps surge com objetivo de eliminar as barreiras entre operações e desenvolvimento de software. Trabalhando de forma alinhada, as equipes passam a pensar na organização de uma forma mais sistêmica e focar nas necessidades dos clientes finais.

Além disso, tanto a produtividade dos programadores quanto a confiabilidade das operações aumentam.

A integração entre as equipes envolvidas traz como principal benefício a automatização de procedimentos, que antes costumavam ser feitos de forma lenta e manual, agilizando as atualizações e podendo até aumentar o ciclo de vida da aplicação.

 

DevOps na prática

 

Os engenheiros responsáveis pela aplicação acompanham por completo todo o seu ciclo de vida, que passa por: desenvolvimento, testes, implantação e operações.

As principais práticas envolvidas no Devops podemos citar a integração e entrega contínua, implementação de microsserviços, monitoramento e registro em log e infraestrutura como código.

 

Benefícios do DevOps

 

Segurança:

Utilizando a infraestrutura e a política como código, pode-se definir e rastrear a conformidade em escala, garantindo a segurança das operações;

 

Confiabilidade:

Com o monitoramento e registro em log, é possível acompanhar em tempo real o desempenho do software, podendo identificar eventuais erros. Além disso, a integração e a entrega contínua viabilizam automatizar testes das alterações;

 

Colaboração entre as equipes:

A integração entre as equipes deixa todo o desenvolvimento mais eficiente. Com seus fluxos de atividades combinados e compartilhamento de responsabilidades, a cultura de DevOps reduz erros e economiza tempo de serviço;

 

Escala:

Com a automação de muitos processos, o gerenciamento de sistemas complexos ou dinâmicos em escala é simplificado, aumentando a eficiência e reduzindo os riscos.

 

Entrega mais rápidas:

A integração e entrega contínua automatizam o processo de lançamento de software, o que contribui para a disponibilização de funcionalidades e produtos novos para os usuários com mais frequência;

 

Velocidade:

Inovações mais rápidas e, consequentemente, melhores resultados comerciais. Com o modelo de DevOps, as equipes ganham mais autonomia para lançarem atualizações de forma mais fluida e rápida.

 

 

 

 

Linguagens de Programação em alta no mercado de tecnologia
Tendências no mercado de Insurtechs

Compartilhe

Compartilhe este post com seus amigos