A decisão de realizar um desenvolvimento de software sob medida normalmente está associada a uma iniciativa de negócio inovadora, ou à criação de processos de diferenciação dentro das empresas. Apesar da implementação de um software de prateleira ser mais fácil, rápida, barata e segura, essa opção não suportará processos de diferenciação. Portanto, a empreitada de desenvolvimento de software sob medida é necessária se o objetivo é criar vantagens competitivas ou inovações de mercado em escala.

Entretanto, para que seu projeto atinja os resultados esperados, e para minimizar erros, que são mais comuns do que você possa imaginar, é necessário que alguns cuidados sejam tomados. Adote uma abordagem flexível e colaborativa com a equipe de desenvolvimento e considere as recomendações a seguir para realizar o desenvolvimento de software sob medida com sucesso.

1 – Tenha uma visão clara do que está construindo

Qual problema você está resolvendo? Você já validou as premissas básicas da sua solução? Quais objetivos você pretende alcançar com essa iniciativa? As respostas dessas perguntas vão te ajudar a ter uma visão mais clara do que irá construir e entender o que é fundamental para iniciar um projeto de software customizado. Apesar de parecer óbvio, muitas empresas não gastam tempo suficiente nessa fase.

Para entender profundamente o problema que irá resolver, pesquise. Faça entrevistas, teste e valide a solução encontrada com protótipos ou um MVP, e estabeleça metas e objetivos bem definidos. Você não quer gastar dinheiro com algo inútil, certo?

Esteja aberto a deixar algumas ideias de lado e incentive uma abordagem mínima: criar um software enxuto, mas que funcione para a sua empresa. Deixe para adicionar funcionalidades mais sofisticadas ao longo do processo ou até mesmo depois do lançamento para não correr o risco de construir algo que ninguém precisa.

2 – Priorize as funcionalidades básicas

Geralmente, a primeira versão entregue do sistema não vai ser a final, e isso é normal. Algumas necessidades só serão identificadas quando o sistema já estiver sendo utilizado pelos usuários finais.

Investir tempo e dinheiro para tentar entregar uma solução completa na primeira versão é um risco que não vale a pena correr: pode significar gastos além do orçamento previsto e maior tempo de produção. O caminho é planejar o lançamento de uma primeira versão com funcionalidades essenciais, testá-la em campo para validar as premissas básicas da solução e, então, coletar feedbacks para iniciar um novo ciclo de desenvolvimento.

3 – Compartilhe todas as informações com os desenvolvedores

Coprodução é uma palavra da qual gostamos muito aqui na Opus. Aliás, nossa missão é “Coproduzir soluções de software que transformam conhecimento em valor”. Tenha em mente que o time de desenvolvimento será parte da sua equipe durante este processo. Compartilhar o máximo possível de informações sobre a organização, usuários e objetivos do projeto é muito importante para ajudar o time a construir a melhor solução, tanto do ponto de vista técnico, como de negócios.

Uma prática comum é centralizar a comunicação em uma pessoa só, fazendo com que ela seja a ponte entre o time de desenvolvimento e a empresa. Concentrar a comunicação vai diminuir a chance de mal-entendidos.

4 – Esteja aberto para usar componentes prontos

Por mais que o serviço contratado seja para o desenvolvimento de um software sob medida, utilizar componentes prontos ou serviços disponíveis na nuvem que atendam necessidades específicas do projeto pode diminuir custos e otimizar o tempo de construção. Opte pela customização total apenas se o requisito for estratégico para o seu negócio ou represente algum diferencial competitivo.

Os serviços de envio de e-mails Sendgrid, de processamento de imagens da Azure e o HelpShift, de atendimento ao usuário, são bons exemplos de serviços e componentes prontos.

5 – Não ignore as atualizações de progresso

Um dos objetivos da divisão do desenvolvimento em fases é dar maior controle e visibilidade do projeto para o cliente. Ao final de cada etapa, é apresentada uma atualização de progresso. Faça bastante uso deste momento para revisar o projeto e verificar se tudo está de acordo com o desejado. Avaliar o sistema em construção permitirá que a necessidade de reparos ou mudanças sejam identificadas com antecedência.

Lembre-se que construção de software não é tão simples quanto pode parecer. Uma mudança aparentemente descomplicada pode representar dias de trabalho, portanto quanto mais cedo elas forem identificadas, maior será a economia com o custo de retrabalho.

6 – Contrate uma equipe experiente para desenvolver o seu software

Contratar uma equipe de desenvolvimento experiente, mas atualizada em termos de tecnologia e métodos, reduz muito os riscos de qualquer projeto. Os desenvolvedores com experiência têm mais habilidade em solucionar problemas complexos, economizando tempo de desenvolvimento. Além disso, é importante que os envolvidos tenham uma visão madura sobre negócios para trazer não apenas soluções técnicas, mas que inovem no sentido de agregar valor à empresa.

A Opus Software possui mais de 30 anos de experiência em desenvolvimento de software customizado para médias e grandes empresas. Entre em contato e vamos tomar um café.

Publicado em ’23/06/2018’

Modernização de Aplicações para a Nuvem
Qual a melhor solução para desenvolver aplicativos mobile?

Compartilhe

Compartilhe este post com seus amigos